Ônibus de São Paulo aceitam agora cartão de crédito, débito e celular



Ônibus de São Paulo agora aceitam pagamentos por aproximação.

A Prefeitura de São Paulo vai começar a testar uma nova opção de pagamento da passagem nos ônibus da capital, a partir de segunda-feira (16) será possível pagar em mais de 200 ônibus com cartão de crédito, débito, celular ou dispositivo vestível (pulseiras e relógios inteligentes).

Pagando com cartão de crédito no ônibus em São Paulo

Catracas dos ônibus de São Paulo aceitarão cartões de crédito, débito e demais formas de pagamentos por aproximação (imagem: divulgação Prefeitura de São Paulo)

A novidade visa a simplificação no processo de pagamento no transporte público. Segundo a Prefeitura, pagar por aproximação promete ser até 10x mais rápido do que pagar em dinheiro.

A tecnologia também deve agradar os turistas que visam a cidade de São Paulo, pois eles não precisarão mais comprar e recarregar o Bilhete Único para conseguir utilizar os ônibus.

Com a modernização do sistema de pagamento no transporte coletivo a figura do cobrador se tornará cada vez menos necessária.

Encostou, pagou!

Cartões – O sistema aceita cartões de crédito e débito das bandeiras MasterCard e Visa, desde que eles tenham a tecnologia Contactless que permite pagamentos por aproximação.

Além de cartões de crédito e débito o sistema também aceita carteiras digitais de pagamentos por aproximação (Apple Pay, Samsung Pay, Google Pay, dentre outros) e dispositivos vestíveis (smartwatches ou pulseiras, por exemplo).

De acordo com a empresa que administra o transporte na capital, o recurso que começa a funcionar na próxima segunda-feira já está presente em mais de 200 ônibus, a tendência é que nos próximos meses todos os ônibus do transporte coletivo ganhem a tecnologia.

No leitor da catraca o passageiro só precisa aproximar o cartão com tecnologia Contactless no leitor NFC; ou então utilizar um smartphone, smartwatch, pulseira, adesivo ou qualquer outro dispositivo que permita pagamentos por aproximação nas maquininhas de cartões.

As adquirentes Cielo e Stone são as responsáveis pela viabilização da tecnologia nos ônibus, elas forneceram o sistema para processamento do pagamento das passagens nos ônibus.

Como no Brasil a tecnologia contactless dispensa a senha para transações de até R$50,00, e a passagem dos ônibus em São Paulo custa R$4,30, não será necessário digitar nenhuma senha; bastará aproximar o cartão para pagar a passagem, tal como já ocorre com o bilhete único.

A única desvantagem da nova forma de pagamento é que ela não permite integração entre os modais, tampouco entre ônibus. Ao embarcar em outro ônibus – mesmo que esteja dentro do intervalo de integração – uma nova tarifa é descontada.

Para usuários recorrentes, o Bilhete Único continua sendo a melhor opção de pagamento, mas a alternativa de pagamento pode ser uma ótima opção para usuários ocasionais do transporte público e turistas.





Secured By miniOrange