Uber lança cartão de crédito pré-pago com a bandeira MasterCard

Uber quer lançar cartão de crédito pré-pago próprio com a bandeira internacional MasterCard em países emergentes.

Um dos maiores problemas do Uber enfrentado nos países emergentes é com relação as formas de pagamento. Inicialmente o aplicativo só aceitava cartão de crédito como forma de pagamento no Brasil, hoje em dia ele já aceita até dinheiro. Para solucionar esse problema o Uber lançou o seu primeiro cartão de crédito pré-pago com a bandeira MasterCard, ele permitirá o pagamento das corridas e compras em milhares de estabelecimentos em todo o mundo. A grande vantagem é que, pelo fato de ser pré-pago, não terá burocracia para solicitar, o valor do limite será igual ao saldo que o passageiro tem no cartão.

Cartão Uber MasterCard

Uber planeja o lançamento de cartão de crédito pré-pago em países emergentes. Os testes começaram no México e podem chegar ao Brasil em 2017. (divulgação)

O Cartão de Crédito Uber MasterCard foi lançado no México em parceria com o Banco Bankaool. Ele funciona de forma semelhante a um cartão de débito, porém, deve ser utilizado na função “crédito”, o que permite, além de pagamentos do Uber, compras em milhares de estabelecimentos em todo o mundo.

O projeto-piloto lançado no México deve, em breve, ser expandido para outros países, incluíndo o Brasil. A startup já procura por instituições parceiras no Brasil para lançar seu primeiro cartão de crédito pré-pago internacional co-Branded e, assim, fidelizar e facilitar o pagamento de suas corridas no país.

Fidelização – Além de facilitar os pagamentos o Cartão MasterCard do Uber também deve fidelizar ainda mais seus usuários, já que ele traz a marca da startup. Outro benefício é o fator da divulgação da marca, já que ele possui layout do aplicativo de caronas remuneradas.

Estuda-se a possibilidade do cartão também passar a ser utilizado para o pagamento dos motoristas do serviço. Já que, em muitos países, os condutores enfrentam dificuldade para abrir conta bancária local (principalmente os imigrantes).

O usuário solicita o cartão pré-pago e deve recarregar o valor desejado. O limite será o valor disponível no cartão. Por ser um cartão pré-pago, as compras são descontadas automaticamente do saldo do cartão, sendo assim, não há o envio de fatura. Pelo fato de não ter análise de crédito e nem consulta aos órgãos de proteção ao crédito, o cartão do Uber poderá ser solicitado até mesmo por pessoas que estão com o “nome sujo”, desempregados ou que não podem comprovar renda.

Embora o interesse da startup seja no lançamento de um cartão pré-pago que funciona na função “crédito”. A empresa não descarta lançar um cartão de crédito co-Branded no Brasil em parceria com um grande banco brasileiro (exemplo: Itaucard do Banco Itaú).

  • theneus

    tomará que lancem com urgência no Brasil… assim minimiza os roubos….poderiam aceitar outra pré pagos já instalados no Brasil