BNDES fará empréstimos a empreendedores por meio de maquininhas de cartões



Edital do BNDES busca parceiros para concessão indireta de empréstimos de até R$ 200 mil por meio de maquininhas.

Na última quinta-feira (07 de Maio de 2020), o BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou a publicação de um edital para buscar credenciadoras de pagamentos para ajudar na oferta de empréstimos com juros reduzidos aos empreendedores.

O anúncio chega algumas semanas depois que a aquipe econômica do Governo Federal anunciou a intenção de distribuir empréstimos às PMEs e aos MEIs por meio de maquininhas, já que os empréstimos por grandes bancos não estavam chegando aos que mais necessitam da linha de crédito.

Maquininha de cartão POS

Empréstimos do BNDES poderão ser oferecidos a partir de maquininhas de cartões de crédito e débito; iniciativa “pulveriza” o crédito no sistema financeiro nacional, facilitando o acesso dos pequenos empreendedores.

De acordo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, as maquininhas de cartões que forem escolhidas pelo edital poderão emprestar dinheiro do BNDES aos empreendedores.

O banco colocará a disposição R$ 4 bilhões e espera que os parceiros coloquem mais R$ 1 bilhão, o que totalizaria R$ 5 bilhões em empréstimos com juros reduzidos.

EMPRÉSTIMO POR MAQUININHA SERÁ LIMITADO A R$ 200 MIL POR CLIENTE

O empréstimo por maquininhas de cartões com recursos do BNDES terá limite de R$ 200 mil por empreendedor, sendo que a taxa máxima de juros deverá ser de 4% ao mês (3,5% caso a empresa responsável pela maquininha seja de grande porte).

A ação é uma resposta da instituição as constantes reclamações dos empreendedores que, nos grandes bancos, enfrentam dificuldade para a obtenção de linhas de empréstimo e/ou capital de giro.

Ademais, muitos dos pequenos empreendedores não possuem relacionamento com nenhum banco, pois muitas credenciadoras já dispensam a necessidade de conta bancária para receber as vendas com cartões de crédito e débito. Daí a importância de conceder os empréstimos nas plataformas das próprias credenciadoras.

75% do valor emprestado pela modalidade de crédito deverá ser paga pelo empreendedor em prazo igual ou superior a nove meses, o que poderá limitar os empréstimos pela plataforma em até 24 meses.

Além de facilitar a concessão de empréstimos aos empreendedores, a iniciativa do BNDES também deverá ajudar a reduzir os juros nos grandes bancos, pois aumentará a concorrência no setor financeiro, permitindo com que as empresas de maquininhas – que têm contato direto com os empreendedores – ofertem empréstimos com juros reduzidos aos empreendedores.





Secured By miniOrange