Maquinhas da Rede, Cielo e Getnet aceitarão o auxílio emergencial da Caixa



As principais maquininhas de cartões de crédito e débito do mercado brasileiro aceitarão o auxílio emergencial da Caixa Econômica Federal por meio de QR Code. A informação foi confirmada pelo vice-presidente de varejo do banco estatal, Celso Leonardo Barbosa.

Maquininha de Cartão POS

Código QR Code ser gerado nas maquininhas; aí basta que o comprador abra o aplicativo Caixa Tem e conclua o pagamento pelo celular.

De acordo com Barbosa, na quinta-feira, 28 de Maio de 2020, as adquirentes Cielo – do Bradesco e do Banco do Brasil, e Getnet, do Banco Santander, começaram a receber pagamentos com a tecnologia. Já a Rede, do Banco Itaú, está finalizando a atualização das maquininhas e deve começar a aceitar o QR Code do aplicativo Caixa Tem a partir do dia 08 de Junho de 2020.

No caso da Cielo o pagamento com o auxílio emergencial já estava sendo possível via cartão de débito virtual gerado pelo aplicativo Caixa Tem. A novidade é que agora os clientes poderão pagar por QR Code usando apenas a câmera do celular, que deve ser “apontada” para o display da maquininha.

Outra vantagem do QR Code em relação ao cartão virtual é a compatibilidade. A Cielo, por exemplo, só consegue aceitar o cartão virtual nas maquininhas Liomodelo mais avançado da credenciadorajá o QR Code pode ser aceito em todas as mais de 1,5 milhão de maquininhas, bastando que elas estejam com o software atualizado junto à credenciadora.

CAIXA QUER QUE O QR CODE SEJA ACEITO EM TODAS AS MAQUININHAS

Para o vice-presidente de varejo da Caixa, o QR Code da CEF deverá ser aceito em todas as maquininhas, basta que as credenciadoras manifestem o interesse junto ao banco e, posteriormente, realizem algumas adaptações para viabilizar os pagamentos com a tecnologia que usa códigos bidimensionais.

O sistema de pagamento por código QR está aberto a todas as credenciadoras e, segundo o banco estatal, é uma preparação da instituição para o lançamento do BR CODE, sistema padronizado de QR Code brasileiro que virá a partir do sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, o Pix.

Previsto para ser lançado em Outubro de 2020, o sistema padronizado de pagamentos por QR Code deverá popularizar o uso da tecnologia no Brasil, pois permitirá que os consumidores utilizem a câmera do celular para realizar pagamentos sem a necessidade do cartão físico. Essa tecnologia, aliás, já é utilizada até em saques nos caixas eletrônicos.





Secured By miniOrange