Estabelecimentos ainda tem receio de aceitar pagamentos por QR Code



Falta de conhecimento dificulta os pagamentos por QR Code no Brasil.

Os pagamentos por QR Code já são uma realidade no Brasil; a tecnologia já está disponível nas principais maquininhas de cartões de crédito e débito, dentre elas: SafraPay, Cielo, Rede, PagSeguro, GetNet, Mercado Pago, etc. Infelizmente muitos estabelecimentos ainda têm receio de aceitar pagamentos pela tecnologia por desconhecer o funcionamento.

Nas máquinas da Cielo o procedimento é o mais simples, pois o consumidor não precisa pedir ao estabelecimento para pagar por QR Code, basta informar que deseja pagar no CRÉDITO quando questionado: “É crédito ou débito?”; na maquininha aparecerá uma mensagem pedindo para inserir, aproximar ou passar o cartão; logo abaixo aparece a mensagem “ou aperte a TECLA VERDE para gerar o QR Code”, pronto! Aí foi só abrir um aplicativo compatível com a solução de pagamento por QR Code da Cielo e confirmar o pagamento pelo celular.

Já nas máquinas da Rede – utilizando o iti do Itaú – o procedimento é um pouco mais difícil, pois é necessário informar ao estabelecimento que se deseja pagar pelo celular. De acordo com o Itaú, mais de 500 mil maquininhas já são compatíveis para receberem pagamentos por QR Code, a maioria são de terminais POS sem fio.

iti Itaú na maquininha da rede

Pagar com iti na maquininha da Rede é tão simples quanto tirar uma foto. Na tela de pagamento clique no botão verde para que o QR Code seja exigido; aí é só mirar a câmera do celular e confirmar o pagamento usando o APP. (imagem: divulgação Banco Itaú)

Infelizmente, muitos estabelecimentos não conhecem a tecnologia e, por isso, acabam aceitando pagamentos com um certo receio. Mesmo a maquininha gerando o comprovante da venda como se o cliente tivesse inserido o cartão; é comum que muitos estabelecimentos façam uma conferência mais detalhada, em alguns casos inclusive com a conferência da aprovação da última venda, mesmo o comprovante já ter sido impresso pelo equipamento.

A boa notícia é que o número de pagamentos por QR Code estão aumentando a cada dia! Recentemente a Cielo divulgou que a sua solução de pagamentos pela câmera do celular já superou a marca de 850 mil transações em menos de dois meses do lançamento.

Parte do sucesso da Cielo se deve as parcerias, visto que as máquinas da credenciadora também aceitam QR Codes de outras empresas, tais como, Mercado Pago, PicPay, Bradesco, Next, Banco do Brasil, Agibank, Alelo, Livelo, dentre outros.

Com a popularização dos pagamentos por QR Code a tendência é que a necessidade da maquininha e, consequentemente, dos cartões seja cada vez menor, visto que a solução de pagamento por QR Code permite que qualquer pessoa envie ou receba pagamentos utilizando um aplicativo no celular.

Para estabelecimentos que não possuem maquininha e nem querem usar o APP, já é possível receber vendas através de um QR Code impresso que pode ser gerado para o Ponto de Venda (PDV).

Para estimular a adoção da tecnologia muitas credenciadoras estão reduzindo a taxa para receber vendas. É o caso do iti do Banco Itaú, os pagamentos recebidos através dele possui taxa de, apenas, 1%, além disso, o valor cai na conta em apenas 1 dia útil, mesmo que o QR Code tenha sido gerado na maquininha da Rede.





Secured By miniOrange